Hospice

HOSPICE FRANCESCO LEONARDO BEIRA

 

Para dar atenção e tratamento digno a crianças e adolescentes em cuidado paliativo, a TUCCA inaugurou no dia 1° de outubro o TUCCA Hospice Francesco Leonardo Beira, primeiro hospice pediátrico do Brasil. Neste espaço os pacientes receberão os cuidados necessários no fim da vida, como conforto, atenção e assistência multidisciplinar diferenciada em companhia de seus familiares.

O conceito hospice de atendimento é prover qualidade de vida, controle da dor e conforto 24 horas por dia para pacientes com câncer, com idade entre zero a 18 anos, sem chances de cura, junto a seus familiares. São direcionados para este local os pacientes em estado terminal e que não possuem condições sociais e médicas de ficar em sua própria casa, necessitando de auxílio e cuidados especiais, em um ambiente com todos os recursos necessários.

“Um dos grandes diferenciais do TUCCA Hospice Francesco Leonardo Beira está em oferecer ao paciente e à família o apoio multidisciplinar da mesma equipe médica que fez o diagnóstico e todo tratamento curativo da criança”, afirma o presidente da TUCCA, Dr. Sidnei Epelman, oncologista pediatra e diretor do Serviço de Oncologia Pediátrica do Hospital Santa Marcelina. “Nosso objetivo com essa iniciativa é manter o vínculo de confiança estabelecido entre a equipe de oncologia pediátrica, o paciente e a família, oferecendo todo o suporte, tanto médico quanto social, necessário”, ressalta.

O atendimento é gratuito e abrange toda infraestrutura necessária, sem limitar o tempo de hospedagem do paciente. Os familiares contam ainda com suporte para lidar com o luto, depois da morte do paciente.

Para a psicanalista Claudia Epelman, coordenadora da equipe multidisciplinar do Serviço de Oncologia Pediátrica do Hospital Santa Marcelina, cofundadora e vice-presidente da TUCCA, priorizar a qualidade de vida, o conforto e  a dignidade do paciente  e seus familiares são fundamentais. Os irmãos não podem ser negligenciados e devem, de acordo com o seu grau de desenvolvimento, participar direta ou indiretamente deste momento familiar.

Nesse sentido, o conceito internacional hospice, amplamente difundido em países da Europa, como Inglaterra e Holanda, chega de forma efetiva ao Brasil, na oncologia pediátrica, pela TUCCA (Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer), que anuncia a construção do TUCCA Hospice Francesco Leonardo Beira, na Zona Leste de São Paulo. Investimento e infraestrutura:

 

hospice2

Projetada pela arquiteta Sandra Perito, diretora–presidente do Instituto Brasil Acessível, a obra executada pela Construtora PDG está localizada a 200 metros do Hospital Santa Marcelina, em Itaquera (SP), e recebeu um investimento de R$ 1 milhão.

São três quartos suítes para a criança ou adolescente poder ficar com o pai e a mãe. Outros familiares ficarão em outro ambiente para promover maior tranquilidade ao paciente e ao mesmo tempo integrá-los. Esse número de dependências do Hospice é suficiente para atender a demanda da oncologia pediátrica do Hospital Santa Marcelina, uma vez que cerca de 80% dos pacientes responde de forma positiva ao tratamento curativo do câncer.

O hospice também tem área de lazer, refeitório, posto de enfermagem, além de oferecer atividades diversas para os pacientes e seus familiares.

O TUCCA Hospice Francesco Leonardo Beira recebeu este nome em homenagem ao menino Francesco filho do empresário Waldir Beira Junior e sua esposa Priscila Machado Beira, que conhecem de perto o trabalho realizado pela TUCCA, decidiram arcar com grande parte dos custos da construção desse empreendimento.

hospice3

 Tour Virtual