Diagnóstico precoce do retinoblastoma e prevenção da cegueira infantil

  por   0   0

O retinoblastoma é o câncer intraocular mais comum na infância. Acomete cerca de um em cada 20 mil nascidos vivos, com maior incidência nas crianças com menos de cinco anos de idade. Por iniciativa da Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer (TUCCA), a lei Nº 12.637 estabeleceu que 18 de setembro é Dia Nacional de Conscientização e Incentivo ao Diagnóstico Precoce do Retinoblastoma.

Esse tumor pode ocorrer em um olho ou em ambos, sendo que os bilaterais são sempre hereditários. A maioria dos casos de retinoblastoma ocorrem esporadicamente.

A apresentação mais comum da doença é a do reflexo ocular branco ou “sinal do olho do gato”. Outras manifestações da doença incluem o estrabismo, o eritema conjuntival e a diminuição da acuidade visual. Menos comumente pode se manifestar por celulite periorbitária, dilatação unilateral da pupila, heterocromia, nistagmos e atraso do crescimento.

O prognóstico depende, fundamentalmente, do estadio (extensão clínica da doença) em que é feito o diagnóstico. Mais de 90% dos casos de tumores intraoculares detectados em estadios  iniciais são curáveis e em grande parte deles com preservação da visão.

No Brasil, infelizmente muitas vezes o diagnóstico ainda é realizado tardiamente, comprometendo o resultado final do tratamento.

 O objetivo deste dia é chamar a atenção da comunidade científica e leiga para importância do diagnóstico precoce do retinoblastoma, visando mudar a realidade da doença no Brasil.

Fonte: Sociedade Catarinense de Pediatria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.